segunda-feira, 17 de abril de 2017

TRISTE FINAL

Há gente que quer amor,
Quer dinheiro, quer prazer,
E nem suspeita que a dor
Pode por tudo a perder.

Leve tropeção que for,
Faz a pessoa ceder,
Perdendo o seu bom humor
Na hora do vamos ver...

Tanto ilude e mente tanto,
Quem nem reza de quebranto
Pode curar o seu mal...

Consciência dedo em riste,
O seu final será triste
Na alma sem ideal!...

Eurícledes Formiga


(Página recebida pelo médium Carlos A. Baccelli, em reunião pública do Lar Espírita “Pedro e Paulo”, na manhã de sábado do dia 8 de abril de 2017, em Uberaba – MG).

6 comentários:

  1. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Realmente a mensagem poética de Formiga convida-nos a pensar no conteúdo de vários escritos de Inácio Ferreira, através do blog e suas obras, a fim de alcançarmos a "Paz de Espírito" (LEEPP, fev 2017) em sintonia com as Leis Divinas inscritas na nossa consciência de Espírito imortal. Mas, cada um de nós ainda prefere seguir a dor no lugar do desejo aparente do amor sentido e vivido. Muito obrigado, amigo Formiga! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Formiga e Baccelli. A pessoa sem um ideal cristão passa pela vida sem perceber que ela também faz parte dessa mesma vida. Bastante profundo esse soneto. Forte abraço. Aécio E. César

    ResponderExcluir
  3. É verdade Irmão Formiga! Quantos descem do salto por causa das dificuldades da vida, perdem a compostura diante da morte. É a consciência a lhes cobrar o tributo da vida. Forte abraço da amiga Pascale

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Formiga!!

    Verdade... gostei!!

    Abraços e excelente dia e semana para todos nós!!

    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/

    ResponderExcluir
  5. Amigos poetas e escritores, alguém tem notícia da BITITA no mundo espiritual? Lembrando que ela é a pérola negra da literatura de Uberaba! Quem souber de algo me conte. Gosto demais dos seus escritos. Eita mulher! Pascale.

    ResponderExcluir
  6. Por que não está tendo mais as poesias do Formiga? Gosto muito dos seus sonetos. Forte abraço. Aécio E. César

    ResponderExcluir