segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

SEPULTA ILUSÕES
 
Não te rendas jamais às tentações
Dos prazeres efêmeros do mundo,
Passageiras e inúteis ambições
No corpo que se mostra moribundo...
 
Caminhando na estrada que transpões,
Abandona no abismo mais profundo,
Tantos anseios vãos, tantos senões,
Que te apartam da luz do céu fecundo...
 
Nada leves contigo que não seja
A paz de consciência que se almeja
Ao reto cumprimento do dever...
 
Pois quem somente morre sobre a Terra,
Sepultando ilusões a que se aferra,
Além da própria morte irá viver!...
 
Eurícledes Formiga
 
(Página recebida pelo médium Carlos A. Baccelli, em reunião do Lar Espírita “Pedro e Paulo”, na manhã do dia 14 de dezembro de 2016, em Uberaba – MG). 

2 comentários:

  1. Boa tarde Formiga e Baccelli. A princípio, meus parabéns ao novo site do Formiga. Quanto ao soneto é verdade que iludimos muito com as coisas passageiras do mundo. É uma pena que muitos de nós só despertamos para a realidade quando a verdade nos entender melhor a verdadeira vida. Um forte abraço a todos. Aécio

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Finalmente, reencontramos o blog do poeta espiritual Formiga! Como sempre brinda-nos com uma mensagem poética! Desta vez, convida-nos a pensar no sepultamento de nossas ilusões terráqueas alimentadas por cada um de nós ao longo de nossa atual existência neste abençoado Mundo Espiritual chamado Terra! Feliz Natal pleno de harmonia em Deus e em Jesus Cristo! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

    ResponderExcluir